Comunicação na Era Digital

Esse é o primeiro da série de posts sobre o curso que oferecemos nesse mês de maio na Academia de Ideias.

Tudo começou quando a Academia de Ideias nos chamou para ministrar uma palestra sobre novas tecnologias para uma das suas empresas parceiras. Logo depois o Leonardo da Academia me mostrou a ementa do curso – Reflexões sobre o mundo hiperconectado – A vida na era da convergência – para ver se eu tinha interesse em dar o curso. Achei a proposta interessante, pois a temática se encaixa perfeitamente no contexto dos trabalhos que estamos fazendo na Voël. E já que eram quatro dias de curso, propus a inclusão de um quinto dia sobre tecnologias móveis para fechar com o número de pessoas da Voël e cada um ficar responsável por um dia.

Bom, eu fiquei encarregado de começar os trabalhos com o tema – Comunicação na Era Digital – e preparei o conteúdo de forma que desse um panorama geral sobre esse fenômeno e ao mesmo tempo trouxesse uma introdução ao que seria discutido mais a fundo nos próximos encontros do curso.

Quando nós da Voël nos reunimos para discutir qual seria o fio condutor entre os temas de cada dia de curso (comunicação na era digital; tecnologia e inovação; livros na era digital; redes sociais; e tecnologia móvel), chegamos a conclusão que o relacionamento entre os temas deveria ser o comportamento humano, por ser algo que nos afeta diretamente enquanto designers e pessoas.

Dessa forma, decidi estruturar o conteúdo desse primeiro dia introdutório de curso, com os mesmos pilares que sustentam o Design Thinking: pessoas, tecnologia e negócios. O objetivo era transmitir esse conteúdo seguindo as mesmas premissas que aplicamos nos projetos que desenvolvemos na Voël. Para isso, alterei um pouco a ementa que nos foi passada pela Academia, que ficou assim:

“O papel imposto às pessoas pela mídia tradicional de serem meros receptores de conteúdo foi profundamente transformado pela internet. Agora todos tem o poder de produzir e compartilhar conteúdo e mais que isso, com a internet as pessoas tem o poder de escolher o que consumir. Isso transformou a maneira como a sociedade e suas diversas organizações interagem e geram valor. As consequências pessoais, organizacionais e políticas desse processo geram enormes desafios e oportunidades. O objetivo é discutir alguns desses impactos na sociedade e analisar exemplos práticos dessa mudança de paradigma.”

Acabei dando um tom mais crítico ao assunto, não só abordando as maravilhas do mundo conectado e as inúmeras possibilidades das redes sociais, mas apontando as conseqüências disso. Então busquei exemplos de ideias, que não só possibilitam a comunicação entre as pessoas, mas mais que isso, promovem um engajamento político (no sentido grego da palavra).

Em “tecnologia” mostrei um pouco de como se deu toda a revolução dos computadores e da evolução de como interagimos com eles. Também falei de como a internet teve seu significado alterado desde a sua criação e como isso provocou as mudanças na forma como as pessoas se relacionam.

Em “pessoas”, falei um pouco sobre a quebra de paradigma no acesso e produção de conteúdo que as redes sociais e os serviços online proporcionaram e como essas e outras ferramentas afetam a nossa cultura.

Em “negócios”, trouxe exemplos de ferramentas e produtos de crowdsorcing e inovação aberta, que exploram questões como colaboração e comunicação instantânea e global para os mais diversos fins, desde promover ideias criativas, até ajudar na segurança dos moradores de determinada região ou cidade.

Esse foi o mapa mental que criei, antes de preparar a apresentação, para visualizar melhor as minhas ideias e relacionar os conceitos. Além, disso aponto as referências teóricas que usei.

Comunicação na era digital

A partir disso, parti para a apresentação em si:

A aula foi muito produtiva, e quase não dei tempo de mostrar tudo o que eu havia preparado. Mas o principal, para mim, são as reflexões geradas a partir do que foi apresentado, como a discussão que tivemos sobre se a internet realmente tem o poder de interferir em acontecimentos globais, como as guerras. O grande valor de apresentar algo para alguém, sem dúvida, é perceber que de alguma forma você trouxe algo novo para as pessoas, que as farão pensar de uma forma diferente do que costumavam.

Aqui estão algumas fotos do curso:

Comentários

One response to “Comunicação na Era Digital”

  1. Anuncie em cima de jornais (classificados) este azo
    desde terceirização, em qual lugar interessado não teria exigência com acometer
    na aquisição de cartas com micro no entanto a senhora lucraria em relação a período dispensável de respectivo aeronave.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *